Conheça o tesouro de Águas

No começo do século passado, perfuraram o solo do que viria a ser Águas de São Pedro, com a intenção de descobrir petróleo. No lugar, encontraram diferentes fontes, com propriedades mineromedicinais específicas. As águas tornaram-se o maior tesouro da estância!

Mosaico

Poema-depoimento do sr. Sebastião de Souza Campos sobre a qualidade de cura das águas mineromedicinais de Águas de São Pedro.

Vídeo da Aprecesp (Associação das Prefeituras das Estâncias Paulistas do Estado de São Paulo) sobre Águas de São Pedro.

As três fontes: Almeida Salles, Gioconda, Juventude

Na estância é possível encontrar três tipos de águas vindas de três fontes:

 

– JUVENTUDE: (Água Sulfurosa) indicada para o tratamento de: reumatismo, diabete, alergia, asma, colites, moléstias de pele, intoxicação e inflamação. Deve-se tomar de 50ml a 80ml. Usada também para banho de imersão);

-GIOCONDA: (Água Sulfatada Sódica Radioativa) indicada para tratamento de: fígado, vesícula biliar e intestinos. Deve-se tomar de 50ml a 80ml 1h antes das refeições.

-ALMEIDA SALLES: (Água Bicarbonata Sódica) indicada para o tratamento de: azia, excesso de acidez gástrica, diabete, cálculos renais. Deve-se tomar de 50ml a 80ml. Após as refeições.

Propriedades

As águas foram descobertas na década de 1920, quando o governo paulista e empresários exploraram a região em busca por petróleo.

Durante as perfurações foram encontradas cada uma das fontes (Almeida Salles, Gioconda e Juventude), com profundidades específicas que lhes oferece elementos mineromedicinais diversos.

O IPT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas) publicou em 1940 uma análise das águas. A partir dos resultados, o professor Dr. João de Aguiar Pupo elaborou gráficos comparativos dos elementos químicos nelas contidos entre as congêneres mais afamados do Brasil e do exterior. O gráfico ao lado ilustrou a palestra perante a Associação Paulista de Medicina publicada na Revista Paulista de Medicina – Vol. 73, nº3 (novembro de 1968).

 

A Fonte da Juventude é a mais rica do Brasil e a segunda do mundo em teor de enxofre e seus compostos não oxigenados, com 34,3 mg por litro. Essa água é indicada, bascicamente, nos tratamentos de reumatismo, nevralgias, diabetes e de algumas doenças de pele. O principal método de tratamento são os banhos de imersão, disponível no balneário Spa Thermal Dr. Octavio Moura Andrade.

A Fonte Gioconda pode ter sua água comparada as do tipo Montecatini, na Itália; e Carlsbad, na Boêmia e Brideles-Bains, na França. Ela possui, entre outros elementos minerais, quase meio grama (470 mg/L) de sulfato de sódio, além de ser radioativa. Indica-se portanto nas moléstias de fígado, vesícula biliar, intestinos e também falta de acidez gástrica.

A água da Fonte Almeida Salles é semelhante à de Vichy, Saint Nectaire e La Bourboule, na França. Contém mais de meio grama de bicarbonato de sódio por litro (555 mg/L). Indicada para doenças do estômago, como azia (por excesso de acidez), linfatismo, artritistmo, diabete, cálculos renais, entre outras.

 

Fonte: Antônio F. de Moura Andrade

 

A 2ª água com maior teor de enxofre do mundo

O gráfico destaca a riqueza de enxofre e componentes não oxigenados da Fonte da Juventude, superior até mesmo à mais famosa água sulforosa do mundo, a de Luchon (França).

 

 

Visite a casa das águas

O Fontanário

O Fontanário Municipal é o local para experimentar as águas mineromedicinais de nossa estância. Muito frequentado por turistas, curiosos em provar cada uma das fontes, o espaço também recebe diversos moradores, veranistas e visitantes que abastecem seus galões para levar para casa.

 

Todas as águas são boas para consumo (ingestão), sendo a Fonte da Juventude também indicada para banho. Veja na página sobre o Spa Thermal.

Horários de funcionamento

ABERTO TODOS OS DIAS: das 7h às 20h

Para o consumo de turistas e munícipes, gratuitamente.